Samuel Sousa

Freddy's Unfinished Business



Tinhas pernas para andar, braços para abanar e uma garrafa por esvaziar... Enquanto o chão estranhava a sua passagem, a única coisa que o mantinha neste mundo era a necessidade do alívio físico de uma condição humana perdida na vertigem dos líquidos ingeridos.

(EsACT 2012)